Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 9 de abril de 2011

Os 5 falsos mitos sobre os gatos



5 - Gatos podem ver no escuro

Um gato tem pupilas verticais que expandem e permitem que eles enxerguem o que estão perto deles no escuro. Na verdade ele tem vários fios de bigode que permitem ele se localize em meio a escuridão, até mesmo em locais desconhecidos. Portanto, ele não possui super-olhos que conseguem dar visão total em plena penumbra.
4 - Gatos sempre caem de pé

Crianças, não tentem jogar seu gato de uma altura considerável para verificar se ele cai sempre de pé. Isso é mentira! A única coisa que você fará é tirar uma vida das sete existentes (esse já é um tópico para outro artigo). Ou, no mínimo, quebrar uma pata dele. Eles, na verdade, são animais bem ágeis e bem graciosos na forma de andar ou cair. Mas, também podem cair de cadeiras, muros e também de telhados. Quando são filhotes, é recomendado tomar mais cuidado ainda.
3 - Gatos são covardes

Os cachorros são bem conhecidos pelo seu fantástico heroísmo. E os gatos nessa história, como ficam? Há muitas histórias que gatos salvaram a vida de seus donos que estavam em perigo. Por exemplo, Agatha, que salvou sua família do fogo pulando em cima da cama dos pais que dormiam. Ou, uma gata que sabendo que sua dona era surda, arranhou sua dona para que ela acordasse e fugisse de um incêndio. Também há muitos relatos de gatos que enfrentaram répteis venenosos. Na Flórida, um filhotinho salvou sua dona de uma perigosa Coral que rondava sua casa. Lembrem-se sempre, heroísmo não é relacionado somente a uma espécie de animal.
2 - Gatos são burros

Muitos dizem que não é possível ensinar um gato por que ele é burro e não gosta de prestar atenção em comandos. Psicologicamente, o cérebro de um gato sustenta uma evidente semelhança com o homem do que com outros animais. Como medir então a inteligência de cada espécie? Não se pode julgar que uma espécie é menos favorecida intelectualmente que a outra. Os gatos odeiam labirintos, mas conseguem sair de lá com muita facilidade. Podem abrir portas, mexer em trincos, e medir o salto que dará para subir em um muro. Psicólogos notaram que a habilidade de um gato de escapar de um confinamento é superior a qualquer outro animal, incluindo o homem. Também citam a arte de andar silenciosamente como uma técnica diferente. Os gatos também sabem a hora de seu dono voltar para casa, e também a hora de ir para a cama.
1 - Gatos não são carinhosos

A pessoa que acha que os gatos não são amorosos com seu dono está enganada. Primeiro, quando ele está se esfregando na perna de uma pessoa, é porque ele está querendo demonstrar todo o seu amor por ela. Seu jeito de demonstrar amor é muito sutil. Cada felino tem sua maneira de por para fora toda a sua forma de amar. E também, cada pessoa tem um jeito de ver como o gato está demonstrando esse carinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário